Como definir honorários contábeis? Descubra aqui! - Artigo / Cursos Módulos

Como definir honorários contábeis? Descubra aqui!

  • Cursos Módulos
  • /
  • 23/11/2018

Como definir honorários contábeis? Descubra aqui!

Uma das maiores dificuldades que geram problemas até mesmo para os contadores mais experientes é a definição de honorários contábeis. É por essa razão que muitos profissionais buscam tabelas para determiná-los.

Entretanto, seguir à risca uma tabela criada por outra pessoa não é a estratégia mais adequada. Nesta publicação, listamos as melhores dicas de como definir seus honorários contábeis. Confira!

A definição do preço dos honorários contábeis não é uma tarefa fácil

Apesar de ser uma tarefa corriqueira para os profissionais do ramo, ela pode ser bastante complexa pelo fato de que é necessário considerar os fatores certos para cobrar um preço justo e condizente com o mercado.

O valor não pode ser muito elevado, pois afastará o interesse do cliente, como também não deve ser excessivamente baixo, ou você não conseguirá a remuneração necessária para manter seu sustento e o negócio operando.

Além disso, os preços devem ser adequados às peculiaridades de sua região, ao poder aquisitivo do cliente, ao nível de profissionalização do contador, entre diversos outros fatores. Faz-se fundamental utilizar técnicas e estratégias certas para alcançar o valor ideal.

As dicas de como definir honorários contábeis

Pesquisar a tabela da região

Diversas entidades, como Sindicatos de Contadores e Federações Nacionais de Serviços Contábeis – FENACON, criam tabelas referenciais de honorários contábeis.

É importante saber que os Conselhos Regionais de Contabilidade – CRCs não podem criar tabelas com honorários fixos, mas devem deixar os profissionais livres para definir seus valores, podendo, no entanto, criar recomendações e referências para o profissional.

Como cada estado do Brasil tem diferente poder aquisitivo, é relevante considerar a tabela de sua região para ter uma noção dos valores aceitáveis no local.

Identificar os custos do negócio

Um escritório, ou empresa, de contabilidade tem diversos custos para se manter operando. Alguns exemplos são:

  • energia elétrica;
  • internet;
  • água;
  • telefone;
  • aluguel;
  • manutenção do sistema;
  • impostos, taxas e contribuições;
  • materiais de impressão, como papéis, tintas e impressoras;
  • custo de administração da equipe, como secretários e estagiários;
  • serviços, como limpeza.

Além dos custos, também deve se considerar a margem de lucro desejada pelo escritório. Ademais, é preciso observar os preços estipulados pelos concorrentes, fator essencial para manter sua competitividade.

Calcular o tempo de trabalho

Outro fator relevante é considerar o tempo de trabalho exercido. Aqui, você determinará quanto deve receber por hora trabalhada e o tempo que levará para realizar cada atividade.

Nesse momento, é preciso considerar o nível de especialização do funcionário e a experiência do contador, afinal, quanto mais experiente e capacitado for o profissional, maior deve ser sua remuneração.

Além disso, também é preciso calcular o tempo de trabalho de cada um dos funcionários do escritório. Por exemplo, se o custo de cada um deles é R$ 40 por hora trabalhada e eles dedicam 10 horas por cliente, isso significa que deve ser adicionado R$ 400 nos honorários de cada contratante para custear os colaboradores.

Considerar a ética dos profissionais

O Código de Ética do Contador, aprovado conforme a Resolução CFC n.º 803/96, determina que o contador deve formalizar um contrato de prestação de serviço com os valores previamente estipulados. O artigo 6 dessa norma afirma que devem ser considerados os seguintes elementos na constituição dos honorários:

  • complexidade, importância e nível de dificuldade de se executar o trabalho;
  • o tempo necessário para realizá-lo;
  • existência de possibilidade de ficar impedido de realizar outras tarefas;
  • resultado lícito favorável que o contratante adquirirá;
  • o fato de o cliente ser eventual, permanente ou habitual;
  • o local de prestação de serviço.

Há diversas outras regras sobre os honorários nesse Código de Ética, como a vedação de oferecer serviços em concorrência desleal.

Recomenda-se que o profissional monte uma planilha de honorários contábeis para facilitar a apresentação para os clientes. Assim, o acesso aos valores é facilitado, como também há uma otimização da rotina contábil, pois não será necessário efetuar novos cálculos para cada novo cliente.

Quer saber como você pode otimizar sua rotina contábil ainda mais? Confira nosso artigo que traz 5 dicas de como fazê-lo!

Tags: FENACON, CFC n.º 803/96



Comentários

Sobre Nós

Somos uma empresa que apoia o desenvolvimento profissional, e estamos em pleno processo de expansão e aproximando-se da liderança em cursos e treinamentos no país.

Newsletter

Receba nossa Agenda Mensal

Ao concordar com a política de privacidade você aceita receber e-mails da Cursos Módulos com informativos de cursos, agendas e promoções.

Nossos Contatos

Av. Brigadeiro Luís Antônio, nº 2050
Sobre Loja A (SL A)
São Paulo - SP

(11) 3285-4620
 (11) 99517-1666 (WhatsApp)